Fale Conosco
(11) 3205-4341

[email protected]

COMO ANDA SUA AUTOESTIMA?

“Só se nos conhecermos, amarmos e aceitarmos suficientemente, poderemos ter um verdadeiro projeto de vida e concretizá-lo com felicidade. A pior desventura que pode acontecer a um homem é pensar mal de si mesmo.”
                                                                                                                                                                Goethe

Como está a sua autoestima? O que você pensa e sente sobre si mesmo?

Começando a falar sobre a baixa autoestima vemos que ela é uma característica dos indivíduos que se percebem como inapropriados, inadequados consigo mesmo, com outras pessoas e na vida em geral. A pessoa possui, internamente, crenças autossabotadoras, demonstrando falta de maturidade emocional. Existe uma falta de aceitação de si mesmo e, consequentemente, uma dificuldade em aceitar os outros também. Vários são os pontos em que o indivíduo acaba por se negativar como, por exemplo, o medo de ser abandonado, rejeitado, o perfeccionismo e, então, esse indivíduo se utiliza de mecanismos de defesa evitando, assim, de confrontar as situações problemáticas e os estresses da vida diária. Isso causa um alívio mas não elimina a causa. É preciso conhecer a sua verdade, a sua realidade para a efetivação da maturidade emocional e solucionar os problemas.

Segundo o dicionário a autoestima é “Característica da pessoa que se valoriza, estando satisfeita com sua maneira de ser, com sua forma de pensar ou com sua aparência física, expressando confiança em suas ações e opiniões”.

A autoestima é primordial para o sustento psicológico. Ela se compõe dos sentimentos de capacidade e valor pessoal. A isso se atribui uma confiança e consideração por si mesmo. Ela diz respeito ao que EU penso e sinto sobre mim mesmo. Ou seja, o que penso e sinto a meu respeito não tem a ver com o que o outro pensa a meu respeito. É estar do seu próprio lado e não em guerra consigo mesmo.

É preciso ter consciência de quem e como realmente você é; determinar o seu próprio valor e importância. A importância do autoconhecimento é primordial para uma melhor valorização e aceitação de si mesmo. Assim, se conhecendo intimamente, você poderá reconhecer sua grandeza com justiça, distinguir as qualidades, habilidades e virtudes que pertencem a você, valorizar e aceitar, reconhecendo e aceitando suas limitações e carências, a fim de removê-las dentro de suas possibilidades. Não basta apenas reconhecer suas qualidades. É preciso de aceitação e não julgamento de si mesmo e dos outros.

Dentro de cada um existe um crítico que Eugene Sagan chamou de crítico patológico, que nada mais é que uma voz interior negativa que julga e ataca. Quanto você dá ouvidos e importância para essa voz, a justifica e a alimenta, fica convencido dela e mina seu valor pessoal, sem perceber seu efeito destruidor?

Os indivíduos que têm baixa autoestima se apoiam no crítico porque ele os ajuda a lidar com os sentimentos de rejeição, ansiedade, inadequação, impotência etc. Mas isso só os deixa na zona de conforto e não resolvem suas dores e reforça esses mesmos sentimentos.

“A autoaceitação […] se refere a uma atitude de autovalorização e de compromisso comigo mesmo que deriva do fato de que estou vivo e consciente de que existo.” (Nathaniel Branden).

A psicoterapia é a ponte para o autoconhecimento. Ela vai auxiliá-lo no reconhecimento dos fatores internos arraigados e ajudá-lo a acreditar mais em si mesmo, a desenvolver a sua autoconfiança com otimismo e verdade, pois, vivendo conscientemente, vivemos de maneira responsável em relação à realidade, assumindo responsabilidade pela vida que criamos e percebendo as modificações necessárias que temos criando uma vida satisfatória e plena.

                                                                                                                                                                                    Iracema Cesar

voltar
Olhar Interior é um consultório especializado na prestação de serviços em Psicologia Clínica, Aconselhamento Psicológico, Atendimento a Adolescentes e Adultos.