Fale Conosco
(11) 3205-4341

[email protected]

PSICOTERAPIA É AUTOCONHECIMENTO

“Sob determinadas condições que incluem, fundamentalmente, a ausência da ameaça à estrutura pessoal, as experiências que estejam em desacordo com ela podem ser percebidas e examinadas, e a estrutura do Self revista para assimilar e incluir tais experiências”.

                                                                                                                                              Carl Rogers

 

 

O autoconhecimento é o encontro consigo mesmo. Ele capacita a perceber e agir de forma progressiva no sentido de fazer as transformações necessárias à própria evolução. Quais comportamentos, pensamentos e atitudes você está tendo que o leva a situações que permeiam sua vida? Esse encontro vai sendo evitado ao longo da vida, de tal forma que a alma fica relegada, colocada em segundo plano e você se torna refém do ego.

Desde a infância, além de um potencial genético e a influência exercida pelo meio em que vive, principalmente o familiar, você vai dando significado e desenvolvendo sua personalidade. Ela é um constructo da aprendizagem e vivência. Ela se torna uma absoluta verdade sobre si mesmo. Tudo o que o ego aprendeu, assimilou e vivenciou, ele fará de tudo para realizar e defender.

Num determinado momento da vida as coisas começam a acontecer de forma diversa da que você gostaria. Sua idealização está protegida pelo ego. Mas veja: é idealização e não realidade.

Você luta por esse ideal e nem percebe que é um ideal do ego e não da alma. Sua alma quer isso mesmo que você imaginou como ideal? Você sabe o que sua alma anseia? Não deu certo? Abalou o “meio-campo”?

A partir daí começam questionamentos e você passa a um estado de ansiedade, confusão, depressão e nota que seu mapa não funciona como você gostaria. Há a necessidade de um comprometimento profundo na busca, dentro de si, das respostas do “por que não deu certo”; “por que não funcionou”?

É necessário questionar a personalidade construída, os comportamentos e atitudes que serviam até o momento e não realizam o seu desejo. “Por que isso me levou onde estou e por que não é resolvido?” Existe um receio em se perder desse constructo utilizado durante anos. Mas a vida, a alma, seu interior, o Si-Mesmo, está em busca de suas próprias e profundas motivações. O ego quer se manter no conforto, na segurança enquanto que a alma demanda, reivindica significado, transformação, luta.

Você quer compreender a vida, as situações, dar significado à sua existência, ter prazer de forma salutar e, para isso, é preciso tornar consciente aquilo que, de fato, sua alma quer. Ampliar a consciência te faz enxergar e almejar novas possibilidades.

Você desejou algo (isso é ego), fez ilusões a respeito da forma e do resultado e, como não correspondeu às suas expectativas se decepcionou. Não é verdade? A decepção é resultado dessa expectativa que, segundo o seu modo de ver, “deveria” ter acontecido conforme o planejado. Ledo engano. Você coloca toda a sua esperança, até se empenha para que aconteça, mas… NÃO!!!

O desejo é diferente da vontade. Vontade vem de dentro, do eu interior; desejo vem da cabeça, da mente.

Você tem uma ideia de “certo e errado”, de perfeccionismo e, quando seu objetivo não é alcançado, você se pune, se culpa e não se identifica com a ocorrência, se abandona…

Pare!!! Olhe!!! SINTA!!!

Quais mudanças eu preciso fazer? Por que as situações se repetem em minha vida? |O que faço para ter sempre o mesmo resultado? Por que parece que a vida está contra mim? Esses são questionamentos que dependem de um comprometimento consigo mesmo: o de querer se observar, se conhecer melhor.

A psicoterapia te ajuda a perceber, a se olhar com maior profundidade, aponta o que você está fazendo para ter os mesmos resultados, atenua o sofrimento e te ajuda a se olhar com mais carinho, maior boa vontade, a enfrentar as ilusões até então presentes em sua vida.

voltar
Olhar Interior é um consultório especializado na prestação de serviços em Psicologia Clínica, Aconselhamento Psicológico, Atendimento a Adolescentes e Adultos.